A história da AMESC

Publicado em 08/09/2016 às 15:25 - Atualizado em 15/05/2020 às 15:08

No dia cinco de setembro de 1979 surgiu a Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc), com nove municípios filiados, os quais pertenciam até então, à Associação dos Municípios do Sul do Estado de Santa Catarina (Amsesc), que contemplava os municípios da região carbonífera e do Vale do Araranguá. Conquistada pela vontade política de um grupo de Prefeitos, seu primeiro Presidente foi Salmi Paladini (em memória).      

Criada para fortalecer a estrutura técnica e administrativa dos municípios filiados, atuava meramente no caráter reivindicatório. Hoje, exerce atividades no setor de prestação de serviços e atua no planejamento regional. A Amesc se faz presente em todas as batalhas travadas pela região, demonstrando seu vigor na defesa dos interesses de seus cidadãos.    

A Associação oferece cursos de capacitação para os agentes políticos e servidores públicos, que visam orientá-los para o bom manuseio dos recursos. São inúmeras as palestras e seminários realizados com o mesmo objetivo. Responsável pela coordenação do movimento econômico, que define o índice de participação dos municípios na distribuição do ICMS arrecadado, se destaca em nível estadual, pelos sistemas de informática desenvolvidos que controlam o movimento econômico das empresas e a produção agrícola.    

Atua como Entidade membro e incentivadora dos Movimentos Pró Comitês da Bacia do Rio Mampituba e do Comitê do Rio Araranguá e coordena o Fórum de Desenvolvimento Regional - Fdesc. Dentre todas essas ações, realiza periodicamente Assembleias Gerais Ordinárias e Extraordinárias de forma itinerante com a presença dos prefeitos, secretários e autoridades convidadas.    

A Associação conta com profissionais na área de Assistência Social, Tecnologia da Informação, Movimento Econômico, Contabilidade, Administração, Turismo e Cultura e Jurídico. Todos esses profissionais desenvolvem um trabalho de qualidade na Amesc, a qual completa em 2020, 41 anos de história com muitas novidades a serem implantadas.    

É neste propósito que a Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense caminha, tendo como marca principal sua trajetória de eficiência, que a posiciona como uma das melhores Associações de Municípios de Santa Catarina, servindo de modelo às Associações co-irmãs. Esse trabalho incansável se deve aos seus funcionários, presidentes e prefeitos associados, dotados de uma visão de futuro e dignos do cargo que ocupam.    


Galeria de Arquivos